TETO - Arquitetura Sustentável

CASA G+D

 

 

Autoria do Projeto: Paulo Trigo

Colaboração:  Victor Polatto

 

Localizada para a zona rural da cidade de Limeira-SP, a residência foi projetada para um casal.  O terreno é grande e está no limite de uma área de proteção ambiental, altamente vegetada com mata nativa, para qual todo o programa debruça. A casa pavilhonar possui os dois dormitórios nas extremidades e uma grande área de convívio entre estes. O bloco se eleva do solo, vencendo o desnível do terreno e dirigindo-se para a mata ao redor, fazendo da sala um grande mirante. A varanda e a piscina amplificam este contato, bem como o banheiro descoberto, que se abre para o céu. O projeto foi planejado para permitir que seja construído em fases. O casal, ainda sem filhos, pretende construir primeiramente um módulo inicial, que conteria o programa mínimo de uma casa, e eventualmente expandir para sua forma completa.

 

VISTA POSTERIOR

VISTA POSTERIOR_PISCINA

VISTA LATERAL

VISTA LATERAL_GARAGEM

VISTA FRONTAL_GARAGEM

VISTA FRONTAL

CASA DE CAMPO

 

 

 

Autoria do Projeto: Paulo Trigo

Colaboração:  Victor Polatto

 

Projetada para a área rural de uma cidade do interior de São Paulo, carrega os três princípios que buscamos sempre seguir em todos nossos projetos:

1. Racionalização do sistema construtivo;

2. Integração com a natureza;

3.  A constante busca pela arquitetura da felicidade.

 

O programa se resolve em uma planta quadrada, que prioriza as áreas sociais na metade frontal da casa e as áreas íntimas, com dois dormitórios suíte, na metade posterior. Ambas separadas por um pequeno pátio interno, que ilumina a cozinha e proporciona ventilação por exaustão no bloco. Os dormitórios, apesar de mais reservados, apresentam amplas varandas e também se abrem para a paisagem.

VISTA FRONTAL

ACESSO

VISTA LATERAL

VISTA POSTERIOR

VISTA INTERNA_SALA DE JANTAR

VISTA INTERIOR_COZINHA

VISTA INTERIOR_COZINHA

VISTA INTERIOR_SALA

CASA DA MATA

 

 

Autoria do Projeto: Paulo Trigo

Colaboração:  Victor Polatto

 

Concebida para o litoral norte de São Paulo, esta residência busca conciliar as necessidades dos proprietários – um casal de esportistas e amantes da natureza –  com o máximo aproveitamento do terreno exuberante, com mata atlântica original preservada e um córrego. Como as necessidades do casal sem filhos são mínimas, a casa é bastante compacta: cozinha e sala integradas e um quarto com banheiro: um abrigo em meio à mata. Todos os ambientes se abrem para a paisagem, proporcionando uma experiência sensorial diária, na qual o contato com a natureza se faz presente no cotidiano do casal. A construção respeita o limite de proteção ambiental à partir do córrego e se instala sobre uma formação rochosa natural já presente no terreno, que foi ponto de partida para a implantação.  A estrutura metálica visa à racionalidade da construção, e as vedações em pedra natural são originárias da região da obra, o que remete ao contexto em que a residência se insere e também reduz o impacto ecológico da construção. A cobertura traz um “telhado-verde”, que coleta água da chuva e integra ainda mais a construção ao seu contexto.

 

VISTA FRONTAL

VISTA DO ACESSO

VISTA DO ACESSO

VISTA LATERAL

VISTA DA SALA

VISTA DO QUARTO

CABANA NO LAGO

 

 

 

Autoria do Projeto: Paulo Trigo

Colaboração:  Victor Polatto

Projeto elaborado para a represa do BROA, interior de SP, buscou recuperar a rusticidade aconchegante de uma cabana, mas sem abrir mão do conforto.  A estrutura foi concebida com madeira roliça, cobertura com telhas de ardósia e acabamento do forro em palha. As instalações ficam aparentes e a racionalização do sistema construtivo ainda se faz presente no sistema pilar e viga, possibilitando grandes janelas “seteiras” que miram o lago e a mata no entorno. O sítio onde a casa se localiza é fantástico, com o lago artificial e a mata de reflorestamento ao redor, tornando-se possível grande proximidade entre a casa e a água. O paisagismo fez uso predominante de capins e folhagens, que demandam pouca manutenção e promovem grande integração com o entorno.

Por se tratar de uma casa de veraneio de um casal, ainda sem filhos, o programa da casa se mantém mínimo, criando um sutil jogo entre introspecção e exposição, e o projeto tira proveito disso para criar ambiente amplos e bem ventilados, mantendo o nível de privacidade exigido pelos clientes. Assim, têm-se, além da sala de estar integrada à cozinha, uma grande suíte, onde é possível se abrigar e passar o tempo nos finais de semana chuvosos, comuns na região, bem como contemplar o pôr-do-sol no lago através da janela.

VISTA DO LAGO

VISTA POSTERIOR

VISTA DO ACESSO

VISTA INTERIOR_ESTAR

VISTA INTERIOR_DORMITÓRIO

VISTA INTERIOR_DORMITÓRIO

 

 

SESC LIMEIRA

 

 

Autoria do Projeto: Victor Polatto

Colaboração:  Paulo Trigo

 

Apesar  de não participar formalmente do concurso para o SESC-Limeira, decidimos  refletir sobre este desafiador projeto, que está intimamente ligado ao terreno escolhido: vizinho de uma área de proteção ambiental e de um conjunto habitacional,  cortado por uma trilha que conecta a avenida ao conjunto habitacional. Esta trilha foi incorporada ao projeto na forma de um eixo de circulação, de forma que o SESC não se impõe no terreno, mas sim convida a um passeio, sem se impor na paisagem urbana.

 

VISTA DA RUA

VISTA FRONTAL

ENTRADA

 

ENTRADA E JARDIM DE CHUVA

ESCADARIAS

VISTA POSTERIOR

VISTA POSTERIOR

VISTA DA PISCINA COBERTA

© TETO - Arquitetura Sustentável | Home - Quem Somos - Portfólio - Serviços - Blog - Green News - Contato